SOCIAL GREEN: DIMINUIR A POBREZA ENERGÉTICA, PROMOVER UMA ECONOMIA DE BAIXO CARBONO

Melhorar as políticas europeias regionais e locais de promoção da eficiência energética e utilização de energias renováveis na habitação social, através da cooperação inter-regional, é o principal objetivo do projeto Social Green, que arrancou oficialmente esta semana nas instalações do CEiiA em Matosinhos.


No total são 6, os países que integram esta parceria que, para além do CEiiA, junta à mesa municípios, agências de energia e centros de conhecimento. Através de uma série de atividades que incluem visitas de estudo e sessões de debate, Portugal, Espanha, Croácia, Estónia, Suécia e Roménia querem conhecer, discutir e perceber o potencial de réplica do que tem sido realizado para tornar mais verde a habitação social. O objetivo? Criar planos de ação concretos e tangíveis para as regiões e municípios envolvidos, assim como monitorizar a sua implementação e avaliar os resultados alcançados. Para isso, a colaboração próxima com as autoridades locais e regionais desde o início até ao fim do projeto, será de importância vital.


Em Portugal, o trabalho será levado a cabo pelo CEiiA, contando com a colaboração da CCDR-Norte para o delineamento e implementação da estratégia para a região norte do país, e de um município a selecionar para o desenvolvimento de soluções de âmbito local.

Reunião de lançamento do Social Green @ CEiiA Matosinhos


Porquê a habitação social?


A construção é hoje um dos principais setores a contribuir para as emissões de gases com efeito de estufa. No entanto, e porque cerca de 40% do consumo final de energia ocorre nos edifícios, o potencial de poupança é enorme. Foi com base nesta premissa que a mesma parceria se juntou em 2012 no sentido de encetar o trabalho em rede e impulsionar a melhoria das políticas europeias de eficiência energética no setor da construção pública, através do projeto RE-GREEN. Da série de aprendizagens conjuntas, surgiu o desafio de afunilar o campo de intervenção para o setor muito particular da habitação social. O Social Green é, assim, o prolongamento de um trabalho que tem vindo a amadurecer através da junção de esforços e da constatação de necessidades reais. Para transitar para uma Economia Verde, é urgente encontrar soluções que não tenham um impacto negativo no acesso à habitação, ao mesmo tempo que permitem melhorar os meios de vida urbana e o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono.




Financiamento: Programa INTERREG (Comissão Europeia)


Parceria: CEiiA (Portugal), CCDR-Norte, Nordregio (Suécia), Município de Alba Iulia (Roménia), Município de Mizil (Roménia), Município de Varazdin (Croácia), Regional Energy Agency North (Espanha), TREA (Estónia)


Duração: 4 anos


CEiiA © 2020. All rights reserved.

Locations

Email

  • LinkedIn - White Circle
  • YouTube - White Circle

Youtube

LinkedIn