CEIIA INTEGRA TDA PARA DESCARBONIZAÇÃO DOS TRANSPORTES

O CEiiA acaba de reforçar o seu compromisso com a sustentabilidade ao integrar a Aliança para a Descarbonização dos Transportes, a TDA.

Recorde-se que a TDA é uma coligação de vontades que junta empresas, países e cidades com o objetivo de promover a transformação mundial acelerada do setor de transportes para um sistema de mobilidade de zero-emissões até 2050, através de soluções integradas em linha com os objetivos do Acordo de Paris sobre Alterações Climáticas.


Com esta aliança mundial, o CEiiA posiciona-se a nível mundial entre empresas como a Michelin, a hidroelétrica ITAIPU-Binacional ou a Alston, mas também entre países como França, Holanda, Portugal e Costa Rica e as principais cidades europeias como Roterdão, Paris, Lisboa, entre outras.


“O CEiiA, que tem no seu ADN a sustentabilidade e desenvolveu a primeira plataforma de mobilidade que contabiliza emissões de CO2 poupadas em tempo real – o mobi.me, não poderia ficar de fora desta aliança, comprometido em acelerar a descarbonização e atuando como catalisador da mudança”, sublinha Gualter Crisóstomo, diretor de Sustentabilidade do CEiiA.


O CEiiA, enquanto uma das entidades fundadoras da TDA, vai ainda marcar presença já no próximo dia 24 de Maio, em Leipzig, no âmbito do International Transport Forum Summit 2018, num encontro que contará com membros dos governos de França, Holanda, Portugal, Luxemburgo, Finlândia e Costa Rica e cidades como Roterdão, Lisboa, Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia (frente Atlântica) e empresas como a Michelin, ITAIPU Binacional, Alstom, PTV, do grupo Volkswagen, entre outras que estão a aderir a este movimento para a descarbonização dos transportes.


“A TDA é um espaço de ambiciosos “front runners” empenhados em acelerar uma transformação sistémica do sector dos transportes através de ações coletivas de países, cidades e empresas. O CEiiA como referência internacional em soluções de mobilidade sustentável dará um contributo significativo para esta discussão”, acrescenta o responsável.


Em Novembro de 2017, o conceito da TDA foi estabelecido na COP23 em Bona. Já o “kick-off meeting” decorreu em Portugal, em Fevereiro, na sede do CEiiA, tendo sido formalizada a presidência de Portugal, representada pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes. O encontro juntou países, cidades e empresas que demonstraram interesse em aderir à TDA. Para além dos países fundadores, marcaram ainda presença o Canadá, a Finlândia e o Reino Unido, que participaram nos trabalhos mesmo sem terem formulado, ainda, a sua adesão a este grupo.

CEiiA © 2020. All rights reserved.

Locations

Email

  • LinkedIn - White Circle
  • YouTube - White Circle

Youtube

LinkedIn